Menu
Your Cart

A Reforma Trabalhista (Lei nº. 13.467/2017) na visão dos Magistrados do Trabalho, Procuradores do Trabalho e Advogados Trabalhistas

A Reforma Trabalhista  (Lei nº. 13.467/2017)  na visão dos Magistrados do Trabalho, Procuradores do Trabalho e  Advogados Trabalhistas
A Reforma Trabalhista (Lei nº. 13.467/2017) na visão dos Magistrados do Trabalho, Procuradores do Trabalho e Advogados Trabalhistas
R$320,00
  • Estoque: Em estoque
  • Modelo: 150
  • Peso: 500.00g
  • Dimensões: 30.00cm x 21.00cm x 21.00cm

Coordenadores

Rosemary de Oliveira Pires

(Doutora e Mestra em Direito, Desembargadora do Trabalho na 3ª Região e Professora da Faculdade de Direito Milton Campos)


Lutiana Nacur Lorentz 

(Doutora e Mestra em Direito e Procuradora Regional do Trabalho na 3ª Região)


Arnaldo Afonso Barbosa 

(Doutor em Direito, Advogado e Professor da Faculdade de Direito da UFMG) 



ISBN: 978-85-9471-079-6

1ª Edição-2019

pags.838




Esta obra é oferecida à comunidade jurídica, em particular àqueles que atuam ou se interessam pelo Direito Individual, Coletivo e Processual do Trabalho. É um estudo de fôlego, composto de 77 artigos, contemplando os diversos espectros dos principais operadores do Judiciário – Magistrados, Membros do Ministério Público do Trabalho e Advogados, visando apresentar ao leitor a visão tríplice, plural e sem amarras dogmáticas acerca dos temas mais importantes alcançados pela Lei n. 13.467/17 (Reforma Trabalhista).
Considerando que já se completa um ano de sua vigência, as contribuições dos articulistas, sustentados na doutrina e na jurisprudência cumuladas nesse período e em sua experiência profissional e acadêmica, constituem um material sobremaneira rico para quem quer acompanhar os rumos interpretativos e aplicativos dessa grande mudança normativa, permitindo, assim, a atuação dos profissionais e estudiosos de forma mais segura e atualizada. Os Coordenadores muito agradecem, em nome de todos os articulistas e em seus próprios, a confiança que lhes foi depositada pela Editora RTM, sem a qual esta obra não seria possível.

Esta obra é oferecida à comunidade jurídica, em particular àqueles que atuam ou se interessam pelo Direito Individual, Coletivo e Processual do Trabalho. É um estudo de fôlego, composto de 77 artigos, contemplando os diversos espectros dos principais operadores do Judiciário – Magistrados, Membros do Ministério Público do Trabalho e Advogados, visando apresentar ao leitor a visão tríplice, plural e sem amarras dogmáticas acerca dos temas mais importantes alcançados pela Lei n. 13.467/17 (Reforma Trabalhista).Considerando que já se completa um ano de sua vigência, as contribuições dos articulistas, sustentados na doutrina e na jurisprudência cumuladas nesse período e em sua experiência profissional e acadêmica, constituem um material sobremaneira rico para quem quer acompanhar os rumos interpretativos e aplicativos dessa grande mudança normativa, permitindo, assim, a atuação dos profissionais e estudiosos de forma mais segura e atualizada. Os Coordenadores muito agradecem, em nome de todos os articulistas e em seus próprios, a confiança que lhes foi depositada pela Editora RTM, sem a qual esta obra não seria possível.




Sumário

 

PREFÁCIO: Ministra Delaíde Alves Miranda Arantes

 

APRESENTAÇÃO: Procurador- Geral do Ministério do Trabalho e Subprocurador- Geral

do Trabalho Ronaldo Curado Fleury

 

 

DESTAQUES

 

Ministra Delaide Alves Miranda Arantes e Magistrada Adriana Campos de Souza Freire Pimenta. Limites para a Homologação de Acordo Extrajudicial pela Justiça do Trabalho

 

Procurador- Geral do Ministério do Trabalho e Subprocurador- Geral do Trabalho Ronaldo Curado Fleury e Procurador do Trabalho Leomar Daroncho . A Oportunista, Arcaica e Estéril Pretensão de Tarifar o Dano Extrapatrimonial

 

Prof. Dr. João Amado Leal. O Trabalho Intermitente em Portugal e no Brasil

 

 

PRIMEIRA PARTE: EIXO SISTÊMICO SOBRE DIREITO MATERIAL

 

I - DIREITO INDIVIDUAL DO TRABALHO

 

1) O CONTROLE DE CONVENCIONALIDADE 

  1.1. Magistrada do Trabalho: Rosemary de Oliveira Pires e servidora Raquel Betty de Castro Pimenta. 

O Controle de Convencionalidade da Lei n. 13.467/17 na Jurisprudência Trabalhista

1.2.  Membro(s) do Ministério Público: Max Emiliano da Silva Sena. A Interpretação da CLT e o

Controle de Convencionalidade: aplicabilidade às alterações introduzidas pela Lei nº 13.467/2017

(Reforma Trabalhista)

1.3. Advogados Trabalhistas: Cláudio Jannotti da Rocha e Luiza Baleeiro Coelho Souza.

O Controle de Convencionalidade da Reforma Trabalhista: uma real necessidade contemporânea 

 

2) A RELAÇÃO DE EMPREGO E O TRABALHADOR AUTÔNOMO

2.1. Magistrada do Trabalho: Luciana Paula Conforti. A Relação de Emprego e o Trabalho Autônomo: análise da “Reforma Trabalhista” brasileira frente à Constituição de 1988 e às Convenções Internacionais do Trabalho

2.2. Membro(s) do Ministério Público: Ana Cláudia Rodrigues Bandeira Monteiro e Valesca de Morais do Monte. A Relação de Emprego e o Trabalho Autônomo no Contexto da Reforma Trabalhista

2.3. Advogada Trabalhista: Andréa de Campos Vasconcellos. A Relação de Emprego e o Trabalhador Autônomo  

 

3) O EMPREGADOR: GRUPO ECONÔMICO-FINANCEIRO, SUCESSÃO EMPRESARIAL, SÓCIO RETIRANTE

3.1. Magistrado do Trabalho: Vitor Salino de Moura Eça.  Responsabilidade Patrimonial: grupo econômico, sucessão e sócio retirante

3.2. Membro do Ministério Público do Trabalho: Ileana Neiva Mousinho. Terceirização de Atividade Fim e Grupo Econômico: responsabilidade trabalhista da empresa principal

3.3. Advogados Trabalhistas:  Bruno Ferraz Hazan e Ellen Mara Ferraz Hazan. O Grupo Econômico, a Responsabilidade do Sócio Retirante e a Sucessão Empresarial na Reforma Trabalhista

 

4) A DURAÇÃO DA JORNADA DE TRABALHO: CÔMPUTO DO TEMPO À DISPOSIÇÃO, JORNADA DIÁRIA GERAL, TRABALHO EM TEMPO PARCIAL, TRABALHO EM TURNOS, HORAS EXTRAS, TEMPO IN ITINERE, INTERVALOS

4.1. Magistrada do Trabalho: Taisa Maria Macena de Lima. O Impacto da Reforma Trabalhista no Conceito de Jornada de Trabalho e nos Critérios de Concessão do Intervalo Intrajornada

4.2. Membro do Ministério Público do Trabalho: Florença Dumont Oliveira. Reforma Trabalhista e Duração do Trabalho: considerações acerca da limitação da jornada e normas correlatas

4.3. Advogada Trabalhista: Cyntia Santos Ruiz Braga. A Lei 13.467/2017 e a Expropriação do Tempo e Saúde do Trabalhador em 4 Atos

 

 

5) O TELETRABALHO E SUA NOVA REGULAMENTAÇÃO

5.1. Magistrado do Trabalho: Geraldo Magela Melo. O Teletrabalho e a Reforma Trabalhista: avanços ou retrocessos

5.2. Membros do Ministério Público do Trabalho:  Patrícia de Melo Sanfelici e Rogério  Uzun Fleischmann. Teletrabalho: liberdade ou escravidão

5.3. Advogadas Trabalhistas: Débora Caroline Pereira Chaves e Rosália Maria Lima Soares. A Regulamentação do Teletrabalho pela Lei 13.467/2017 sob a Perspectiva da

Advocacia

 

6) O DANO EXTRAPATRIMONIAL E OS CRITÉRIOS INDENIZATÓRIOS

6.1. Magistrados do Trabalho: Antonio Umberto de Souza Júnior e Ney Maranhão. Reforma Trabalhista e Danos Extrapatrimoniais: a vida por um preço e a teoria do piso implícito

6.2. Membros do Ministério Público do Trabalho: Ronaldo Curado Fleury e Leomar Daroncho. A Oportunista, Arcaica e Estéril Pretensão de Tarifar o Dano Extrapatrimonial

6.3. Advogado Trabalhista: Paulo Roberto Lemgruber Ebert. A Nova Sistemática da Reparação dos Danos Extrapatrimoniais Decorrentes da Relação de Trabalho: uma análise à luz dos princípios constitucionais da dignidade humana e do meio ambiente do trabalho adequado  

 

7) O TRABALHO DA MULHER

7.1. Magistrada do Trabalho: Paula Oliveira Cantelli. A Reforma Trabalhista e o Trabalho da Mulher

7.2. Membro(s) do Ministério Público: Lutiana Nacur Lorentz. Questões de Gênero Feminino e os Retrocessos da “Reforma Temer” - Lei nº. 13.467/2017

7.3.  Advogadas Trabalhistas: Ana Clara Guimarães Rabello de Almeida e Wânia Guimarães Rabêllo de Almeida. O Trabalho da Mulher à luz da Lei 13.467/2017: O desempoderamento do gênero feminino  

 

8) O REGIME DE TRABALHO INTERMITENTE

8.1. Magistrado do Trabalho: Milton Vasques Thibau de Almeida. O Contrato de Trabalho Intermitente no Direito do Trabalho Brasileiro e a Regulamentação do Desemprego: desemprego formal e desemprego informal

8.2. Membro do Ministério Público do Trabalho:  Ana Cláudia Nascimento Gomes. Contrato de Trabalho Intermitente no Direito Comparado e na Lei 13.467/2017: No “vale-tudo” e no “tudo-pode” do Brasil

8.3.

Escreva um comentário

Nota: HTML não suportado.
Ruim Bom
Este site utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar navegando neste site, você concorda com a nossa Política de Privacidade e com a utilização destas tecnologias.