DIREITO DO TRABALHO, IDEOLOGIA E TELEVISÃO: um estudo de caso

DIREITO DO TRABALHO,  IDEOLOGIA E TELEVISÃO: um estudo de caso

Autora:

Thamara Karen Teixeira Silva


RESUMO:

Essa pesquisa nasceu a partir de uma pergunta que ostenta ares de indignação: como as pessoas em geral podem não compreender que somos todos trabalhadores inseridos em um sistema que objetiva, primordialmente, o lucro resultante do nosso trabalho?

A partir da observação de conversas entre amigos, comentários frequentes nos elevadores da Justiça do Trabalho, e até mesmo em debates acadêmicos, surgiu a necessidade de compreender de onde vêm as ideias que orientam os frequentes discursos sobre o fim do Direito do Trabalho, sua suposta inutilidade e o hipotético paternalismo de suas normas.



SUMÁRIO

APRESENTAÇÃO

PREFÁCIO

1. INTRODUÇÃO

2. IDEOLOGIA E TELEVISÃO

2.1. O que é ideologia?

2.2. Instituições do poder ideológico

2.3. A mídia

2.3.1. A televisão

2.3.1.1. A Rede Globo de Televisão

3. DIREITO DO TRABALHO

3.1. A formação do Direito do Trabalho

3.2. A razão de ser do Direito do Trabalho

3.3. O Direito do Trabalho em crise

3.3.1. A reforma trabalhista

4. O JORNAL NACIONAL E O DIREITO DO TRABALHO

4.1. O surgimento do Jornal Nacional

4.2. O modo de endereçamento do Jornal Nacional: credibilidade e ideologia

4.3. A narrativa da reforma trabalhista pelo Jornal Nacional

4.3.1. Acesso ao Judiciário Laboral

4.3.2. O contrato de trabalho intermitente: legalizar o ilegal e criar empregos

4.3.3. Liberdade para negociar com o empregador e o fim da obrigatoriedade de pagamento da contribuição sindical

8 5. CONCLUSÃO

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 


Escreva um comentário

Nota: O HTML não é traduzido!
    Ruim           Bom

  • Marca: RTM
  • Modelo: 208
  • Disponibilidade: Em estoque
  • R$50,00

Simulador de Frete

O produto está esgotado. Digite seu email abaixo e nós iremos notificá-lo assim que o produto estiver disponível.